quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Um pouco de História

A construção da Barragem de Castelo de Bode, teve início no ano de 1946, após ordem de Salazar de construir na bacia do rio Zêzere 3 barragens, Castelo de Bode, Bouçã e Cabril.


A construção da maior central hidroeléctrica do país ,da época, esteve sempre rodeada por uma grande euforia. Um dos momentos que muitos se recordam, foi o transporte dos grupos geradores da barragem, em 1950, por um camião encomendado especialmente para o efeito, com 8 eixos e 20 metros de comprimento. Os grupos geradores pesavam mais de 70 toneladas e tinham 9 metros de diâmetro.

No dia 21 de Janeiro de 1951, a barragem de Castelo de Bode foi inaugurada, com a presença de Oliveira Salazar, e o Presidente da República Marechal Carmona.
O nome de Castelo de Bode surgiu, pelo que dizem, quando alguns engenheiros que estavam a realizar o estudo da bacia, se chegaram a uma pedra que tinha um castelo e uma cabeça de um bode desenhada, e começaram a pedir opiniões sobre a denominação da barragem, tendo ficado o que a pedra sugeriu.
Após a inauguração a Central Tejo foi substituída pela Barragem de Castelo de Bode na produção de energia para a cidade de Lisboa, retirando assim uma central muito poluente, com o combustível utilizado a ser o carvão, do panorama nacional. O abastecimento de água à grande Lisboa só foi realizado posteriormente.










A construção da Barragem do Castelo de Bode, foi reconhecida na Europa como a obra do século em Portugal.




Fontes:
http://tomaracidade.blogspot.com/2009/01/comemorao-dos-58-anos-da-central.html

Jornal "Cidade de Tomar"

1 comentário: